mouse-pulsefire-core-hyperx
Avaliação:

O Kingston HyperX Pulsefire Core é um excelente mouse para jogos, especialmente considerando seu baixo preço. Ele é bem construído, tem um sensor de alto nível e boas opções de personalização, apesar de perder para seus concorrentes no quesito RGB.

Com botões principais duráveis, botões laterais muito bem posicionados e o sensor PixArt muito preciso, o HyperX Core pode ser usado em nível competitivo, dependendo das suas necessidades.

Como o nome “core” indica, esse mouse foi projetado para ter uma ótima performance e poucos recursos adicionais. Isso é o suficiente para torná-lo o melhor mouse na faixa de R$ 150? Leia a minha análise completa antes de decidir.

Pontos positivos ✓

  • Muito leve
  • Excelente desempenho
  • Memória interna
  • Software intuitivo

Pontos negativos ✗

  • Descanso lateral pouco confortável
  • Poucas opções de RGB

Sumário

Ficha técnica do mouse HyperX Pulsefire Core

  • Tamanho: 119mm x 63mm x 41mm
  • Peso: 87 gramas
  • DPI: 800 – 6200 DPI
  • Conexão: Com fio (1,8 metros)
  • Número de botões: 6 + scroll
  • Sensor: PixArt 3327
  • Software próprio: Sim
  • RGB personalizável: Sim

Design e ergonomia

Com um design ergonômico e tamanho um pouco menor do que outros mouses gamers nessa faixa de preço, o HyperX Pulsefire Core é um mouse bem leve e bonito. Tem um acabamento fosco e partes texturizadas, podendo ser comprado nas cores preto ou rosa.

O tamanho e a curvatura central bem alta tornam o HyperX Core adequado para todos os tipos de empunhadura/pegada e quase todos os tamanhos de mão. Apesar disso ele possui um descanso para dedos mais curto do que outros mouses espelhados.

Embora o lado esquerdo do mouse tenha uma boa sensação, com uma empunhadura texturizada para o polegar, o lado direito do mouse tem uma curva para dentro que deixa os dois dedos mais externos sem um lugar para descansar. Isso o torna um pouco menos confortável do que alguns concorrentes.

O design do HyperX Core é compatível com todos os estilos de empunhadura, mas o mouse em si é um tanto pequeno.

A qualidade de construção do HyperX Pulsefire Core é muito sólida e me surpreendeu bastante por conta do preço. Ele é extremamente bem montado, sem nenhum rangido ou estalo ao apertá-lo ou chacoalhá-lo, o que certamente o diferencia de muitos concorrentes de marcas alternativas.

Todos os botões, inclusive os laterais, são bem estáveis e não dão a sensação que podem ser acionados sem querer. Os botões laterais também estão bem posicionados e podem ser clicados facilmente usando movimentos sutis com o polegar.

Esse mouse conta com sete botões: botão esquerdo, botão direito, scroll/rolagem clicável, dois botões de ajuste de DPI e dois botões laterais. Você pode alternar a função de todos os botões usando o software próprio da Kingston, que será analisado mais a frente.

Essa é a quantidade padrão de botões para um mouse gamer e deve atender as necessidades de quase todos os usuários, apenas quem joga muitos MMOs pode precisar de mais botões programáveis.

Graças a curvatura acentuada, o HyperX Core é bem mais confortável que outros mouses simétricos.

Pesando apenas 83 gramas, o mouse tem um bom equilíbrio e um peso bem distribuído. Isso é bem mais leve do que a média e é até mais leve do que alguns mouses que se classificam como ultralight, como o Vinik VX Void e o Redragon Storm M808.

Por conta do peso tão baixo, o HyperX Core costuma ser avaliado como um mouse para FPS, mesmo não tendo sido projetado para esse gênero. Junto com o sensor preciso, ele definitivamente tem características que o tornam adequado para partidas ranqueadas e até para e-sports.

Desempenho

Uma área em que o HyperX Pulsefire Core se destaca é no desempenho. Testei o mouse com Fortnite, Cyberpunk 2077 e Final Fantasy XIV, e esse mouse apresentou resultados consistentes em todos os jogos.

Ele processou meus comandos com rapidez e precisão, enquanto a movimentação foi suave e responsiva, o ponteiro ia exatamente para onde eu queria sem nenhum esforço da minha parte.

Como eu disse anteriormente, o HyperX Core geralmente é considerado um mouse para jogos de tiro em primeira pessoa, mas ele é bem versátil e pode ser usado em qualquer gênero sem problemas já que ele não foi projetado apenas para esse tipo de jogo.

Ele tem uma faixa de DPI bastante ampla e que pode ser ajustada em incrementos de 100. Também tem uma boa distância de decolagem (a quantos milímetros acima da superfície ele registra movimentos).

De fábrica o HyperX Core possui quatro níveis de DPI, que podem ser selecionados usando os dois botões logo abaixo do scroll: 800, 1600, 2400 e 3200 DPI. Obviamente você pode modificar esses níveis facilmente usando o software de personalização.

A resposta do HyperX Pulsefire Core para cliques é rápida e os switches possuem capacidade para cerca de 20 milhões de cliques. Não é o mais rápido disponível, mas a diferença de 2 ou 3 milissegundos de mouses mais caros não é perceptível em qualquer situação real.

Botões laterais programáveis do HyperX Core.

A taxa de amostragem/polling rate padrão é de no máximo 1000 hertz, e você pode ajustá-la para 125, 250 ou 500 usando software (vou falar mais dele abaixo). Não existe nenhum motivo para usar uma taxa menor do que 1000 hertz já que esse é um mouse com fio.

Sensor

A taxa de polling de 1000 hertz é executada pelo sensor PixArt 3327, que traz um desempenho excelente para o segmento de entrada.

O sensor PixArt 3327 tem um DPI máximo de até 6200, que permite alta precisão em jogos de ritmo acelerado. O sensor pode rastrear o movimento em velocidades de até 220 polegadas por segundo (IPS) e uma aceleração máxima de 30G.

Essas características colocam o desempenho do HyperX Core em nível quase profissional. Definitivamente não é uma performance tão boa quanto do PixArt 3360 ou do Hero 25K, mas o PixArt 3327 pode ser usado em um nível competitivo e por um preço bem menor.

O PixArt 3327 tem uma capacidade para RGB bem mais ampla do que a vista no HyperX Core. Isso obviamente foi uma decisão deliberada da Kingston para manter o preço do mouse mais baixo, instalando apenas uma pequena área iluminada no mouse.

Confira também: Análise do mouse Redragon M808 Storm e Análise do mouse Havit MS1001.

Software

O HyperX Pulsefire Core não tem muitos recursos adicionais – o que não é surpreendente em um mouse na faixa dos R$ 100. Entretanto, o dispositivo ainda oferece uma boa quantidade de personalização por meio do software HyperX nGenuity.

O software de personalização da HyperX é uma experiência básica em comparação com programas mais bem estabelecidos como o Razer Synapse ou o Logitech G Hub. Mas com um mouse tão simples como o Pulsefire Core, “básico” não é necessariamente uma coisa ruim.

O Ngenuity conta com todos os recursos esperados em um software de personalização de mouses: escolher presets de RGB, ajustar níveis de DPI, programação de macros, a capacidade de reprogramar todos os botões do mouse, mudar taxa de amostragem, etc.

Ele só está disponível em Inglês, o que causa estranheza já que até marcas como a Fortrek oferecem softwares em Português. De qualquer modo o programa é intuitivo e existem tutoriais de como ajustar as partes mais importantes no Youtube.

O software da Kingston HyperX é simples e eficiente, mas só está disponível em Inglês.

Você pode configurar vários perfis para jogos ou programas individuais e alterar entre eles automaticamente, além de criar perfis totalmente personalizados e trocar entre eles com apenas um clique.

O Pulsefire Core é capaz de guardar um perfil na memória interna, permitindo que o mouse mantenha essas configurações entre qualquer PC sem precisar baixar o nGenuity. É uma quantidade limitada quando comparado a mouses mais caros, mas é uma adição pouco comum nessa faixa de preço.

A programação de macros é bem intuitiva e conta com algumas pré-configurações úteis. Também é fácil mudar a ação realizada por cada botão interindividualmente.

O DPI pode ser ajustado em incrementos de 100, permitindo um ajuste bem fino e adequado para qualquer gênero de game. Você também pode modificar a cor associada com cada nível.

O software pode ser baixado no site oficial da HyperX ou pela Microsoft Store. Ele só é compatível com Windows, mas o mouse em si vai funcionar com as configurações de fábrica no MacOS e no Linux. Você também pode modificar um perfil no Windows e salvá-lo na memória interna, assim as configurações serão mantidas em outros sistemas operacionais.

Iluminação

Como foi explicado nas seções acima, o HyperX Pulsefire Core possui apenas uma área iluminada, que é o logo. É uma iluminação bem mais limitada do que praticamente todos os concorrentes nessa faixa de preço.

Entretanto, esse logotipo tem uma função útil, mudando de cor para corresponder ao seu nível de DPI atual, que pode ser modificada. É um recurso prático mas que praticamente todos os mouses gamers oferecem. Você pode escolher cada cor associada a cada nível de DPI usando o nGenuity.

O RGB no HyperX Core é “hiper” simples, o logo central é a única área iluminada.

Há quatro configurações: cor sólida, “respiração”, ciclo de cores e “gatilho”, que se acende ao pressionar um botão. Você pode escolher a tonalidade exata que deseja com a roda de cores. Também existe a opção de desligar completamente a iluminação.

No geral as configurações de RGB são bem básicas por conta da área limitada de iluminação. Apesar de ser justificável por conta do preço, o HyperX Core não é uma boa opção para quem se importa muito com RGB.

O mouse HyperX Pulsefire Core vale a pena?

O HyperX Core é uma recomendação fácil. Ele oferece um excelente desempenho por um preço relativamente baixo. Você só precisa decidir se está disposto a aceitar um RGB bem mais limitado do que os concorrentes, já que ele só conta com uma única área iluminada.

Prós

  • Muito leve
  • Excelente desempenho
  • Ajuste inteligente de DPI
  • Bom posicionamento dos botões

Contras

  • Descanso lateral pouco confortável
  • Poucas opções RGB

O mouse Hyper X Core é bom?

O HyperX Pulsefire Core é um dos melhores mouses gamers baratos fabricados por uma marca reconhecida. Existem mouses equivalentes por aí, mas são de marcas “alternativas” e cosumam sofrer com a qualidade de constr.

O Pulsefire Core proporciona uma sensação muito responsiva e precisa. As opções de controle de DPI e taxa de polling, somado aos 5 botões programáveis e uma construção muito sólida são muito mais do que se pode esperar de mouse para jogos de nível básico.

Ele atende bem praticamente todos os perfis gamers, desde um jogador casual que não quer investir muito em um mouse de qualidade até alguém que está começando uma carreira em e-sports e ainda não tem condições de gastar cinco vezes mais em um mouse profissional importado

Por outro lado, a Kingston precisou cortar em algumas áreas para poder oferecer esse mouse a um preço competitivo. O maior desfalque, com certeza, é na iluminação RGB, restrita a apenas uma área.

A falta de um apoio para os dedos também o tornou menos confortável que alguns mouses concorrentes e até mesmo em comparação com mouses mais baratos. Não é que ele seja desconfortável, mas depois de usar uma opção mais ergonômica essa falta fica bem evidente.

Alternativas

Em termos de concorrência, o competidor direto do HyperX Core deveria ser o SteelSeries Rival 3, os dois têm o mesmo preço lá fora. Só que no Brasil o Rival 3 custa quase R$ 100 a mais sem oferecer nada além de um RGB mais completo.

Acho que a alternativa real ao HyperX Core por aqui seria o Redragon Cobra M711. Não é uma marca com o mesmo peso da Kingston mas esse modelo possui um desempenho equiparável e mais opções de personalização do RGB.

O Cougar Minos XT também é de uma marca menos conhecida, mas tem um desempenho um pouco abaixo do HyperX por um preço reduzido. Na mesma linha e custando ainda menos, o Fortrek Pro M7 e Pro M3 são mouses bem projetados e que funcionam bem para partidas casuais (mas que definitivamente não servem para jogos competitivos).

Você tem alguma experiência sobre esse ou outros mouses que gostaria de compartilhar? Participe da discussão abaixo. Obrigado pela visita e nos vemos na próxima análise!

Avaliação:

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *